Astrônomos detectam luz das primeiras estrelas do Universo

A descoberta, se comprovada, pode representar a primeira detecção de matéria escura por outros meios além de seus efeitos gravitacionais

Um grupo de astrônomos acaba de detectar sinais de luz das primeiras estrelasdo Universo, que se formaram 180 milhões de anos após o Big Bang. Essas detecções extremamente sutis representam as “impressões digitais” deixadas na radiação de fundo por átomos de hidrogênio que absorveram a luz dos primeiros astros. A descoberta foi anunciada em um estudo publicado nesta quarta-feira na revista Nature.

As evidências sugerem que o gás que compunha o Universo em sua fase inicial era bem mais frio do que os cientistas acreditavam. Isso, segundo os astrofísicos, pode ser um possível sinal de influência da matéria escura. Se a tese for confirmada, a descoberta representa a primeira vez na história que a matéria escura foi detectada por outro meio além de seus efeitos gravitacionais.

“Esta é a primeira vez que vemos qualquer sinal de um período tão inicial do Universo”, além da radiação cósmica do Big Bang, disse a astrônoma e líder do estudo Judd Bowman, da Universidade Estadual do Arizona, nos Estados Unidos, em publicação da Nature. A descoberta ainda tem de ser validada por outros estudiosos, que tentarão reproduzir os resultados.

Fonte: Revista Veja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *