Fotos de ‘velório’ de gato viralizam e dono de funerária relata ser o 4º caso de animal atendido

O proprietário da funerária informou que nos 15 anos que trabalha com serviços funerários, já realizou preparações de corpos de animais quatro vezes. Os três anteriores foram cachorros. “São sempre animais de pequeno porte, que as pessoas se apegam mais, tratam mesmo como membros da família”, disse.

As fotos da preparação de um gato para seu sepultamento viralizaram nas redes sociais desde domingo (17). O caso aconteceu em Picos, e Roque Rafael, proprietário da funerária onde a “arrumação” do corpo aconteceu, disse a reportagem que o animal faleceu aos 14 anos e que essa não é a primeira vez que presta serviços para tutores de pets.

Velório de gato em Picos

Velório de gato em Picos

Ele informou que nos 15 anos que trabalha com serviços funerários, já realizou preparações de corpos de animais quatro vezes. Os três anteriores foram cachorros. “São sempre animais de pequeno porte, que as pessoas se apegam mais, tratam mesmo como membros da família”, disse.

Roque contou que não houve exatamente um velório, embora os comentários nas redes sociais sempre citem a cerimônia, mas apenas a arrumação do corpo com flores e a colocação em uma pequena urna funerária branca, para que fosse enterrado. Ele lamentou a repercussão negativa do momento emocionado da família.

Comentários foram bastante divergentes nas redes sociais (Foto: Reprodução/Facebook)

Comentários foram bastante divergentes nas redes sociais (Foto: Reprodução/Facebook)

Nas redes sociais, os comentários foram bastante divergentes. Houve quem se emocionasse com a atitude da família, elogiando a demonstração de carinho, e aqueles que julgaram o ato, considerando exagero.

“Infelizmente as pessoas não entendem quando alguém tem um amor muito grande pelo seu bichinho de estimação, mas isso não é nada de mais. O que aconteceu foi que as fotos foram parar nas redes sociais e as pessoas julgaram. Não houve velório, foi apenas a arrumação do corpo para o enterro que foi feito na chácara de um familiar, mas eu faria o velório também”, explicou Roque.

Segundo ele, apenas a preparação do corpo custa entre R$ 400 e R$ 500. Caso houvesse contratação do velório, o serviço custaria cerca de R$ 1,3 mil. Ele destacou que em outras cidades, o atendimento a animais já é costumeiro, havendo inclusive crematório específico para eles.

A reportagem não conseguiu contato com os donos do animal, que segundo Roque, não querem falar sobre o caso por estarem muito emocionados com a morte do animal e com a repercussão das imagens. Ele informou que o animal era mais velho que todos os filhos do casal e já havia viajado de avião oito vezes com a família, que sempre levava o gatinho nas viagens.

“E se algo acontecer aos meus animais, eu terei o mesmo procedimento, eles são como parte da família”, ele declarou, completando que tem um total de oito bichinhos.

 

Reprodução: riachaonet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *