Airbus pagará R$428.000,00 a cada família vítima de acidente da TAM

Um acordo histórico foi homologado sem alarde no mês passado pela Justiça do Rio de Janeiro. Dez anos depois do maior acidente aéreo da história do Brasil — aquele em que morreram 199 passageiros em um avião da TAM que explodiu na pista de Congonhas (SP) — as famílias de 70 vítimas vão receber uma indenização total de R$ 30 milhões.

O pagamento será feito nos próximos dias pela fabricante do avião, a francesa Airbus. A indenização, é claro, não põe fim à dor da perda, mas é a maior maior já paga em casos do gênero no país.

Acidente com voo da Tam (Crédito: Rickey Rogers | Reuters)
Acidente com voo da Tam (Crédito: Rickey Rogers | Reuters)

Em 17 de julho de 2007, o voo da TAM 3054 saiu de Porto Alegre com destino a Congonhas. Após pousar sem frear, a aeronave cruzou os limites da pista e se chocou com um prédio da companhia aérea e um posto de gasolina. Os 187 presentes no avião, entre passageiros e tripulantes, e 12 pessoas atingidas em solo morreram no acidente.

Dois anos depois da tragédia, o relatório do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) apontou falha humana e falta de infraestrutura na pista de Congonhas como as principais causas do acidente.

Fonte: Metropoles/OGlobo Por: Meio Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *