Apesar da crise, Prefeituras começam a cumprir reajuste no piso

esmo sob o temor de muitos municípios em não conseguirem recursos para pagar o salário reajustado dos professores, alguns prefeitos do Piauí já se organizam para conceder o aumento de 6,81% aprovado pela União no ano passado. É o caso de Beneditinos, onde o líder do Poder Executivo Jullyvan Mendes autorizou a concessão do reajuste sobre os vencimentos dos profissionais da rede municipal de ensino. Com o decreto, os vencimentos dos professores classe A, nível I, passam de R$ 2.298 para R$ 2.455 e dos professores classe B em igual nível, sobem de R$ 2.440,68 para 2.606,89.

O prefeito já havia emitido um decreto no ano passado ajustando a máquina administrativa, na ocasião, ele determinou a suspensão do pagamento de professores com contratos temporários da rede municipal de ensino. Para embasar a decisão, o líder do Poder Executivo aponta que o município ultrapassou o limite prudencial com gastos de pessoal, conforme a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

A suspensão se deu a partir do último dia 16 de dezembro, de modo que o prefeito Jullyvan Mendes levou em conta o fim do ano eletivo nas unidades de ensino de Beneditinos, assim como a profunda crise financeira que o país enfrenta e a consequente redução de recursos financeiros para a cidade. Ainda no que diz respeito às dificuldades enfrentadas pelos municípios com a escassez de recursos, Jullyvan Mendes também publicou decreto dispondo sobre a retirada de 2° e 3° turnos de professores da Rede Municipal, incidindo a medida pelos complementos de horas/aulas dos professores lotados na Secretaria Municipal de Educação.

PISO – A previsão é que mais Prefeituras cumpram com o reajuste nos próximos dias, o objetivo é evitar que o aumento seja concedido apenas nos últimos meses do ano, gerando conflitos com a categoria. Apesar da situação estar equilibrada em alguns entes, muitos ainda sofrem com a queda nas transferências discricionárias e com o atual momento do Brasil, nesse sentido mais um prefeito exonerou todos os comissionados, dessa vez foi Jardel Barbosa, de Ribeiro Gonçalves.

Fonte: Meio norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *