Criança morta em Pimenteiras; Entenda o caso.

Corpo da criança morta em Pimenteiras está sendo velado em Valença

Portal V1

   

O corpo da pequena Nicole Gabriel de apenas um ano esta sendo velado em Valença no Bairro Valentim. Ela foi morta a golpes de punhal pelo pai Leonardo Silva, que está preso na delegacia de Valença.

Em seu depoimento ao delegado Daniel Alves, o acusado confirmou o homicídio e alegou depressão como gatilho para a tragédia. A noticia da morte da pequena Nicole, que completou um ano no ultimo dia 13 de fevereiro gerou revolta e comoção popular.

Ainda em seu depoimento Leonardo Silva afirmou que estava recebendo tratamento psicológico no CAPS de Pimenteiras. De acordo com o delegado Daniel Alves na próxima sexta-feira ele ouvirá as testemunhas e logo depois enviará o inquérito para a Justiça. Veja fotos do velório e do punhal usado pelo pai.   

ENTENDA O CASO.

Um crime revoltante aconteceu na manhã desta quarta-feira (21), na cidade de Pimenteiras. Leonardo Silva é acusado de ter esfaqueado sua própria filha de menos de dois anos de idade de nome Nicole Gabriel.

De acordo com as primeiras informações Leonardo Silva, que estava separado de sua esposa teria discutido com a mesma e nessa discursão como não teria conseguido agredir sua esposa, ele teria praticado o crime com um punhal contra sua filha que morreu no local.

Segundo informações do comandante do GPM de Pimenteiras, sargento Cruz, ao ser comunicado que o pai estava com um punhal ameaçando sua própria filha ele pediu reforço para Valença (ele atendeu a ocorrência sozinho) e se deslocou até o local e ao chegar presenciou a cena do pai de posse de um punhal em direção ao corpo da filha que estava em seus braços.

Após manter uma conversa com o sargento, o acusado pedia pra o policial se afastar enquanto ele recuava com a criança para o quintal da residência, onde esfaqueou a criança. Logo depois ele se entregou. Como não havia sangue no punhal o policial acreditava que ele não teria praticado o crime, quando foi informado que o mesmo tinha esfaqueado a criança.

A criança foi levada para o hospital de Pimenteiras que ficou lotado de pessoas revoltadas com o homicídio. Segundo familiares do acusado, ele estava recebendo tratamento psicológico no CAPS de Pimenteiras. Ainda segundo esses familiares, à criança teria sido levado por familiares do acusado para Pimenteiras e hoje a mãe que reside em Valença teria ido pegar a criança.

 

 Fonte: Portalv1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *