Ex-funcionário de banco e mais 8 são presos em operação contra estupro

Nove suspeitos de estupro foram presos durante operação Indignus deflagrada pela Polícia Civil do Piauí nesta sexta-feira (10). Oito das prisões ocorreram em Teresina e uma em Piracuruca.

“O nome da operação significa desmerecedor de perdão. O estupro ofende a dignidade sexual. Antigamente só a mulher podia ser vítima, agora não importa o sexo. O estupro é um crime hediondo e merece investigação, condenação e um cumprimento de pena exemplar”, disse o delegado Willame Moraes, coordenador da Divisão de Capturas.

Ao todo foram expedidos 11 mandados judiciais. O preso em Piracuruca é um ex-funcionário do Banco do Brasil suspeito de estuprar as duas filhas. Já entre os presos em Teresina há um ex-militar acusado estuprar a filha que era menor de idade.

“Na grande maioria, as vítimas são pessoas do círculo íntimo do acusado e eram menores de idade na época do crime. São filhos e filhas; sobrinhos e sobrinhas, irmãos e irmãs. Entre os presos há também um tio suspeito de estuprar a sobrinha de dois anos de idade. São crimes bastante fortes e, por isso, a gente fez essa operação”, conclui o delegado.

Os presos, que ainda não tiveram os nomes divulgados,  foram encaminhados para a Delegacia de Geral de Polícia Civil.

Fonte: Cidade Verde

Deixe uma resposta