Filha de Eduardo Cunha não consegue se eleger deputada no RJ

Estreante em eleições, Danielle Cunha (MDB), filha do ex-presidente daCâmara dos DeputadosEduardo Cunha (MDB), não teve votos suficientes para ser eleita deputada federal pelo Rio de

Janeiro no domingo (7).

Danielle conseguiu apenas 13.424 votos — o deputado eleito com menos votos no Estado, Jean Wyllys (PSOL), obteve 24.295.

A publicitária tentava usar o espólio político do pai, hoje preso em Curitiba, condenado por corrupção. Em 2014, Eduardo Cunha obteve 232,7 mil votos.

Foi o ex-deputado que pediu que a filha concorresse ao cargo. O presidente do MDB, Romero Jucá (RR), chegou a considerar que Danielle tinha potencial. Ele próprio foi derrotado na disputa ao Senado.

A filha de Roberto Jefferson (PTB-RJ) — delator e integrante do esquema do mensalão — não conseguiu ser reeleita deputada federal pelo Rio de Janeiro. Cristiane Brasil obteve 10.002 votos.

A parlamentar ficou conhecida ao ser indicada pelo presidente Michel Temer para comandar o Ministério do Trabalho, na metade do ano passado.

Na época, foi noticiado que ela possuía processos trabalhistas. Um vídeo gravado pela deputada com amigos em um barco repercutiu negativamente e o PTB acabou desistindo da nomeação de Crisiane.

Em agosto, ela e o pai foram denunciados pela Procuradoria-Geral da República por corrupção envolvendo supostas fraudes em registros sindicais no Ministério do Trabalho.

Fonte: r7

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *