Lorenzoni é exonerado para desarquivar projetos

O Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 7, traz a exoneração de Onyx Lorenzoni do cargo de ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República. De acordo com a pasta, o afastamento do ministro é temporário. “Ele reassumiu como deputado federal para desarquivar os projetos, como é de praxe em cada nova legislatura. Deve retornar ao cargo de ministro amanhã (sexta-feira, 8) mesmo”, explica.

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, fala à imprensa, no Palácio do Planalto.

Na semana passada, Lorenzoni havia sido desligado do governo de Jair Bolsonaro para poder tomar posse como deputado federal na Câmara dos Deputados. A licença ocorreu na sexta-feira (1º), dia da posse dos parlamentares do Congresso e de eleições internas, e o retorno de ao posto de ministro foi formalizado no domingo (3).

Outros três ministros com mandato de deputado federal também foram licenciados dos cargos no Executivo para assumir os mandatos na Câmara. Tereza Cristina (Agricultura) e Osmar Terra (Cidadania) foram exonerados ainda na sexta, junto com Onyx, e já foram renomeados como ministros.

Já o ministro do Turismo, Marcelo Henrique Teixeira Dias, conhecido como Marcelo Álvaro Antônio, só tomou posse na Câmara nesta quarta-feira, 6, quanto também foi licenciado da pasta do Turismo. Ele estava com atestado médico e não pôde comparecer à sessão do dia 1º de fevereiro, junto com os outros 512 deputados Ele retornou ao cargo de ministro nesta quinta-feira, com a nova nomeação publicada no Diário Oficial.

Fonte: Cidade Verde

Deixe uma resposta