POLÍTICA: Ex-assessor de Cabral é preso por lavagem de dinheiro.

REPÓRTER: Ary Ferreira da Costa filho, que já foi assessor de Sérgio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro, foi preso nesta quinta-feira, através da Operação Mascate. Ele aparece nas investigações do Ministério Público Federal como o mais importante operador financeiro do esquema de lavagem de dinheiro liderado por Cabral.

A prisão dele ocorreu no início da tarde desta quinta-feira e foi feita por agentes da Polícia Rodoviária Federal. A defesa dele alega que ele já ia se entregar, mas, a operação ocorreu antes de que isto acontecesse. De acordo com o procurador da República Jessé Ambrósio, ele era de extrema confiança da cúpula da organização criminosa.

Segundo as investigações, o esquema envolvia concessionárias, que recebiam da quadrilha os valores em espécie, enviadas por Ary Filho. Estas concessionárias contratavam serviços de consultoria fictícios e por meio de contratos também fictícios, o dinheiro sujo voltava com aparência de lícito, em pagamento à empresa.

Além disso, o ex-assessor de Cabral também combinava esquemas de ocultação de bens com uma imobiliária. Ele entregava o dinheiro em espécie, a empresa comprava imóveis de alto nível em lugares privilegiados, como Búzios e São João de Meriti e automóveis luxuosos, como por exemplo, um Camaro.

O procurador também informou que não é possível avaliar quanto dinheiro pode ter sido “lavado” em todo período em que Ary Filho fez parte de cargos de assessoria, desde 1996. De acordo com ele, já foram recuperados cerca de 300 milhões de reais, mas ainda é preciso investigar a fundo o caso, pois muito dinheiro ainda está escondido.

Reportagem, Cintia Moreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *