SAÚDE MENTAL: Telefonema gratuito poderá ajudar pessoas em depressão, com ansiedade ou com risco de suicídio

REPÓRTER: Pessoas que sofrem de ansiedade, depressão ou, até mesmo, com risco de suicídio, agora podem conversar com os voluntários do Centro de Valorização da Vida (CVV) ligando gratuitamente. Isso foi possível graças a um acordo do Ministério da Saúde com o CVV, anunciado nessa sexta-feira (10), pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros.

SONORA: ministro da Saúde, Ricardo Barros.

“É um voluntariado muito efetivo, com resultados muito positivos para a sociedade e, por isso, é a nossa demonstração de que continuaremos apoiando em outras demandas o CVV para que ele possa ampliar de forma muito significativa o seu trabalho. E, por tanto, o acesso de pessoas a esse apoio que é tão necessário em momento de angústia, em momentos em que as pessoas estão com um dilema sobre a vida e que apoiados por esses voluntários, retomam o seu dia a dia”.  

REPÓRTER: Com o acordo, até abril de 2020, o CVV vai alterar ou implantar em todos os estados brasileiros a ligação gratuita por meio do número 188. Para o diretor nacional do Centro de Valorização da Vida, Antonio Carlos Braga, esse acordo pode quadruplicar os atendimentos oferecidos.
SONORA
: diretor do CCV Brasil, Antonio Carlos Braga.

“Isso vai possibilitar com que qualquer brasileiro possa ligar para o CVV gratuitamente. Significou aumentar em quatro vezes a capacidade de atendimento. Então hoje, o um milhão de ligações que o CVV recebe, pode representar três, quatro milhões de brasileiros recebendo apoio emocional do CCV graças a este acordo, este convênio, este telefone gratuito viabilizado pelo Ministério da Saúde”.


REPÓRTER
: Atualmente, quem precisa do serviço tem que pagar a ligação pelo número 141, mas o número deixará de ser usado quando o novo telefone, 188, passar a ser operado em cada estado. Para mais informações acesse www.saude.gov.br.

Reportagem, Janary Damacena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *