STF decide nesta terça-feira (11) se Bolsonaro vira réu sob acusação de racismo

O Supremo Tribunal Federal decide nesta terça-feira (11) se o candidato do PSL à presidência da República, Jair Bolsonaro, se torna réu sob acusação de racismo. O ministro Alexandre de Morais, que terá o voto decisivo e que havia pedido vista do processo no dia 28 de agosto, incluiu o processo na pauta do colegiado.

O presidenciável foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República por ter se referido à comunidade quilombolas de maneira pejorativa, em uma palestra no Rio de Janeiro. Na ocasião, Bolsonaro afirmou que foi a uma aldeia e que o “afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas”.

Na denúncia da PGR, a Procucradora-Geral, Raquel Dodge, pede que Bolsonaro pague R$ 400 mil por danos morais coletivos. O crime de racismo é inafiançável e imprescritível, sujeito a pena de reclusão de 1 a 3 anos mais multa.

Reportagem, Thiago Marcolini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *