Governador e prefeitos tratam de obras nas áreas de saúde e mobilidade.

Municípios do Vale do Gurguéia se organizam regionalmente para buscar soluções para obras

Francisco Leal
(Francisco Leal)

O governador Wellington Dias se reuniu nesta quinta (26) com 17 prefeitos de municípios do extremo Sul do estado. A audiência tratou de reivindicações da região que reuniram demandas principalmente na área de saúde e mobilidade urbana.

Um dos impasses que têm desacelerado obras no Sul do Piauí e em outras regiões é a não liberação do empréstimo da Caixa Econômica Federal (CEF). No dia 19 de abril, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a pedido da Procuradoria-geral do Piauí que a CEF apresentasse um cronograma de desembolso dos R$315 milhões previstos para o estado. “A Caixa apresentou um cronograma, cabe agora ao ministro Fachin acatar ou manter a decisão, dando passo para o crédito”, explicou Wellington Dias.

De acordo com o governo, a previsão agora é de que cerca de R$ 270 milhões dos R$ 315 milhões previstos sejam liberados em uma primeira etapa, o restante seria executado em uma segunda etapa do projeto.

Na região Sul, obras estratégicas vêm sendo executadas e dependem dos recursos do empréstimo. Dentre elas, a estrada de Curimatá a Avelino Lopes e a nova rodovia para Morro Cabeça do Tempo e Chapada das Mangabeiras. A recuperação da estrada para Júlio Borges, para Riacho Frio e Marreiros do Piauí também fazem parte desse conjunto.

“No Su,) estamos tratando também com o DNIT uma parceria para  a ponte de Santa FIlomena. Falando aqui da parte sul, mas os recursos beneficiam os municípios de outras regiões, tanto com obras estratégicas como também com a parte de mobilidade urbana e educação, despesas de capital que são objetivos do empréstimo”, pontuou Dias.

Para o prefeito de Curimatá, Valdecir Junior, a organização dos munícipes da região surge enquanto resposta à escassez de recursos e à crise econômica atual. Valdecir comemora algumas garantias que já deverão ser postas em prática no próximo mês de maio.

“Para Curimatá, tivemos a oportunidade de ter a garantia de que nosso Banco do Brasil será reaberto no dia 10 de Maio onde teremos também entrega de equipamentos a escolas do Município e escolas do Estado e onde será implantado uma companhia de Polícia Militar provisória para dar suporte para a reabertura do banco”, assinalou.

Para o prefeito de Avelino Lopes, Dióstenes José Alves, a obra de mobilidade para o município vizinho é prioridade para o município. São pelo menos 20 quilômetros de recuperação sob responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Consórcio de Saúde

Para se fortalecer e enfrentar as demandas por novos recursos, os municípios do extremo Sul organizam um consórcio regional de Saúde. A modelagem de consórcio já foi feita entre cidades do Ceará e de Pernambuco e trouxe bons resultados.

“É uma região distante e deve ser mais descentralizada, de mais especialidades e de alta complexidade. Aprovamos hoje um grupo de trabalho com cinco técnicos na área da saúde e também uma equipe da Secretaria de Saúde do Estado”, pontuou o governador. O objetivo do governo e dos prefeitos é unir esforços junto à bancada federal do Piauí para acelerar liberações da União.

 

Autoria: Aline Medeiros e Valmir Macêdo/Portal do Governo do PI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *