Indicado para CCJ, Wilson Brandão defende consenso na formação das comissões

O Progressistas indicou o nome do deputado Wilson Brandão para presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O parlamentar defende que as três maiores bancadas – PT, MDB e Progressistas – cheguem ao consenso para a definição dos presidentes das comissões da Casa.

“Tivemos uma reunião que envolveram os principais partidos da Casa e foi sugerido nosso nome para presidir a Comissão de Constituição e Justiça. Fico honrado com a indicação e queremos buscar o consenso em todas as comissões técnicas para que possamos fazer um bom trabalho na Assembleia Legislativa do Estado. É preciso discutir no fórum das discussões tudo que é necessário para aprimorar as mensagens do governo do Estado, aprimorar os projetos dos próprios deputados e assim poder ter um ano produtivo e profícuo na Assembleia”, destacou.

O partido de Wilson Brandão pode formar um bloco com o PT e o PTB. Os três juntos formariam um bloco de 12 parlamentares. Mas há a possibilidade de dividir os blocos em dois grupos.

“Existe essa idéia, mas pode ser depois blocos também. Vamos discutir para que até sexta-feira possamos ter uma definição. Amanhã fecharemos todos os blocos partidários”, explicou.

Wilson Brandão destaca o compromisso dos parlamentares para definirem a formação das comissões de forma rápida. “No ano passado demoramos demais, passamos do mês de março para formar as comissões. É importante o consenso para que possamos resolver e começarmos a trabalhar para discutir os projetos e as mensagens. Fico feliz por que chegamos ao consenso rapidamente na Casa”, disse.

O deputado afirma que a expectativa é que a reforma administrativa possa ser votada até o dia 15 de março. “Depende de quando a reforma vai chegar. Se chegar na próxima semana e as comissões sendo instaladas nos próximos 10 dias, acredito que até o dia 15 de março poderemos aprovar a reforma”, afirmou.

Fonte: Cidade Verde

Deixe uma resposta