Após 17 dias, Jair Bolsonaro recebe alta e deixa hospital em SP

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) chegou por volta das 14h30 desta quarta-feira (13) a Brasília após ter recebido alta do hospital Albert Einstein, em São Paulo, depois de 17 dias de internação em razão de cirurgia para a retirada de bolsa de colostomia.

 Bolsonaro deixou o hospital por volta das 12h20, e seguiu para o Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul, de onde decolou o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que o levou para a capital federal. Ele chegou às 14h55 à residência oficial do Palácio da Alvorada, onde deverá passar o restante do dia.

JAIR BOLSONARO RECEBA ALTA

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) recebeu alta no início da tarde desta quarta-feira (13), após 17 dias internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

De acordo com o último boletim médico do hospital, Bolsonaro recebeu alta “com o quadro pulmonar normalizado, sem dor, a febril, com função intestinal restabelecida e dieta leve por via oral”.

 O texto diz ainda que, durante o período de internação, o presidente “realizou exercícios de fisioterapia respiratória e motora, com períodos de caminhada fora do quarto. Medidas de prevenção de trombose venosa também foram adotadas.”

 Bolsonaro comentou a alta em suas redes sociais, após deixar o hospital.

 “Foram 3 cirurgias e mais de 1 mês no hospital nestes últimos 5 passados. Finalmente deixamos em definitivo o risco de morte após a tentativa de assassinato de ex-integrante do PSOL. Só tenho a agradecer a Deus e a todos por finalmente poder voltar a trabalhar em plena normalidade”, disse por meio de sua conta no Twitter.

Divulgação/Presidência da República 

Internação

 Bolsonaro passou por uma cirurgia para retirar uma bolsa de colostomia e refazer a ligação entre o intestino delgado e parte do intestino grosso no dia 28 de janeiro.

 Na semana passada, após um episódio isolado de febre, ele foi submetido a exames e diagnosticado com pneumonia.

 Em boletim divulgado na tarde desta terça-feira (12), os médicos afirmavam que Bolsonaro mantinha “boa evolução clínica, está sem febre, sem dor abdominal e o quadro pulmonar encontra-se em resolução”.

Veja a íntegra do boletim médico:

O excelentíssimo Presidente da República, Jair Bolsonaro, permaneceu internado no Hospital Israelita Albert Einstein entre os dias 27 de janeiro e 13 de fevereiro.

 A programação da cirurgia eletiva de reconstrução do trânsito intestinal iniciou no dia 27 de janeiro com a avaliação clínica préoperatória, exames laboratoriais e de imagem, encontrando-se apto para o procedimento.

 Na manhã seguinte, o paciente foi submetido a uma cirurgia bemsucedida de reconstrução do trânsito intestinal e extensa lise de aderências decorrentes das duas cirurgias anteriores. Foi realizada anastomose do íleo com o cólon transverso, que é a união do intestino delgado com o intestino grosso. 

 O procedimento teve duração de 7 horas, ocorreu sem intercorrências e sem necessidade de transfusão de sangue. O resultado final do anátomo-patológico evidenciou serosite crônica, sem outras anormalidades.

Quando chegar a Brasília, Bolsonaro vai direto para o Palácio da Alvorada, sua residência oficial, segundo a assessoria do presidente. Ele está acompanhado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e de assessores no retorno à capital federal.

O presidente, que ainda decidirá se passa a despachar do Planalto a partir de quinta-feira (14), deverá manter uma rotina de cuidados especiais pelos próximos dias.

Em 28 de janeiro, Bolsonaro passou por uma cirurgia para retirada da bolsa de colostomia que usava em razão do atentado a faca que sofreu em 6 de setembro durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG). .

Fonte: Meio Norte

Deixe uma resposta